2009-07-26

O Adriano


Eu conheci o Adriano em Mocuba, em 1972, durante uma festa no ringue do Clube dos Ferroviários. Nessa noite, animadérrima, o Adriano foi vocalista dos “The Blue Twisters”. Eu fui falar com ele e pedi-lhe, por razões que só a gente jovem sabe, que, se soubesse(m), interpretasse(m) uma canção então muito em voga: - “Ma belle amie…”. O Adriano não sabia…

Dois anos mais tarde (em Junho de 1974), em Quelimane, entre outras cantigas, o Adriano interpretou para todos nós, ao longo de uma noite particular, uma composição original: - “Gazela…”.

Por onde andará o Adriano? ...


……………….
Nota: Pelo final de uma tarde de 1981, numa das ruas centrais da cidade do Porto, eu reconheci a “Ma belle amie” na mulher que caminhava apressada - e tão (in)segura como a jovem empregada da livraria/papelaria de Mocuba…

3 comentários:

Graça Pereira disse...

Lembro-me do Adriano mas tb não sei o que é feito dele. Tb me lembro deste dia (noite) ou eu não estivesse presente mais a minha mãe.. Mas o Duarte tb dedilhava a guitarra se bem me lembro... Quantas vezes eu disse " lembro"? É o que eu faço todos os dias. Um bj pela suspresa Graça

maria disse...

Ressaltou-me logo, em primeiro plano, o meu pai "José Vaz Marques" - Padaria Nacional, Quelimane. Em segundo plano, ao fundo, o Sr Guilhermino Gonçalves (m/ padrinho). As restantes pessoas não consigo identificar, visto que na altura tinha apenas 7 anos de idade.
Desconhecia a fotografia, está excelente.
É bom rever pessoas ligadas á nossa infancia, pessoas que nos são muito queridas e que (muitas delas) já não se encontram entre nós.
Bem Haja, continuem a publicar.
Vou guardar a foto, o meu pai decerto iria gostar de ver!

Sem Camuflado disse...

Para a Maria,

De facto era muito nova. As outras pessoas são a Graça Pereira – a (autora do blogue) Zambeziana – e a Mãe.